Botiá: Criando embalagens com fibra de coco

0
2072

A designer Manuela Yamada , da Ybá – design e pesquisa, desenvolveu a partir de uma pesquisa acadêmica o Projeto Botiá, um sistema de embalagens produzidas com fibra de coco e polvilho em forma de ninho. Como sugestão de aplicação foi desenvolvida uma linha de embalagens para alimentos, no entanto a aplicação do material não restringe-se somente a este uso.

O projeto Botiá apresenta um material que utiliza tecnologia e matéria prima 100% nacional e natural e bio-compatível feito a base de fibra de coco, obtida através do reaproveitamento da casca do coco verde. Seu processo produtivo é de baixo consumo energético e baixo custo.

É genial, e de tamanha simplicidade, que a junção da fibra de coco com amido de mandioca tenha como resultado um aglomerado 100% bio-compatível, de rápida degradação, que pode ser utilizado em diversas aplicações. Outra característica fantástica é sua hidrossolubilidade pois dissolvido em água pode ter suas fibras reutilizados em novos produtos! Na verdade o próprio consumidor, sabendo disso, pode reaproveitar o material em casa para transformar em outros objetos (eu logo me imaginei nesta situação). Baita orgulho do projeto brasileiríssimo!!

O material é facilmente moldável, com processo de prensagem a frio com molde e contra-molde. O processo permite experimentações com formas orgânicas, garantindo rigidez ao objeto, apesar da baixa densidade.

Muitos pensarão que esta capacidade de se dissolver em água o torna menos resistente a umidade, mas se for finalizado com resina continua a ser reciclável e se torna resistente a água, certo? O projeto está em exposição em Milão como parte do Rio + Design 2013.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui